União Europeia retira dois produtos da lista de restrição ao aço brasileiro

A União Europeia (UE) retirou os aços inoxidáveis e os perfis de aço do Brasil da lista de produtos com volumes limitados para entrar no seu mercado. Abriu assim o caminho para os produtores brasileiros disputarem novos negócios no Mercado Comum Europeu.

Bruxelas submeteu ontem à Organização Mundial do Comércio (OMC) um plano de “ajuste” nas cotas tarifárias que foram adotadas no ano passado diante do aumento das importações e do desvio de comércio, como consequência da decisão dos EUA de sobretaxar produtos siderúrgicos.

Bandeira da União Europeia contra um céu nublado.

No caso do Brasil, a boa notícia é que foi a retirada a salvaguarda de dois produtos. “É positivo porque libera os dois produtos para buscar mais mercado, e ainda mais porque no caso de aço inoxidável é de maior valor agregado”, reagiu o presidente-executivo do Instituto Aço Brasil, Marco Polo de Mello Lopes.

A UE manteve, no seu novo plano de ajuste, a exclusão do aço semiacabado do Brasil de limites de entrada em seu mercado. Isso se explica por sua importância para a indústria europeia.

O ponto negativo, desta vez, é que o Brasil queria que seus laminados a frio estivessem numa cota global, em que teria mais capacidade de disputar maior fatia no mercado europeu. No entanto, a UE manteve cota específica para esse produto originário do Brasil.

Agora, a cota para laminados planos a frio do país caiu 11 mil toneladas para os próximos dois anos, devendo ficar em 169,9 mil depois de junho de 2020. Se estivesse na cota global, poderia disputar o volume de mais de 1 milhão de toneladas. A cota específica para folhas metálicas do Brasil teve o volume diminuído em cerca de 3 mil toneladas até 2021.

Globalmente o ajuste feito pela UE diminuirá de 5% para 3% o aumento anual das cotas, que vigoram até junho de 2021. Para a Eurofer, representante dos produtores europeus, trata-se de toda maneira de um aumento num mercado em contração. O volume que passar das cotas será taxado em 25%.

Notícia do Valor Econômico retirada do Instituto Aço Brasil. Disponível na íntegra em:
http://www.acobrasil.org.br/site2015/noticia_interna.asp?id=14641

Faça seu comentário

Copyright @ 2019 Sirius Metais - Política de Privacidade | Mapa do Site | Catálogo Virtual

Agência FG - Uma Agência Full Service que Faz Acontecer!