Universidade no Reino Unido projeta aço revolucionário para a indústria de automóveis

No Reino Unido, uma equipe de estudantes da Universidade de Warnick está desenvolvendo uma nova forma de processamento do aço para a fabricação de automóveis.

 

Tal novidade, se for confirmada, poderá transformar radicalmente a fabricação no mundo. Pelo menos é o que garante Alireza Rahnama, o líder desses estudos.

 

“A maioria dos mecanismos metalúrgicos para aumentar a resistência leva à perda de ductilidade. Estudamos a cinética e a termodinâmica da evolução microestrutural dos aços leves através de simulações e experimentos que propõe um mecanismo para alcançar maior resistência e maior ductilidade, em um método que pode ser facilmente adotado pela indústria,” disse.

Universidade-do-Reino-Unido

A tecnologia criada pela Universidade de Warnick incrementa um avanço no controle do processo produtivo, durante etapas em que o aço passa por estágios frágeis e indesejados.

 

Isso significa, em termos gerais, que o aço usado para automóveis poderão ser mais leves, resistentes e flexíveis que os atuais.

 

O que permitiria para as montadoras criarem peças complexas e precisas que hoje são impossíveis de serem criadas.

 

Os engenheiros afirmam que se isso se concretizar teremos para um futuro próximo carros mais seguros e com queima de combustível menores também.

 

Faça seu comentário

Copyright @ 2018 Sirius Metais - Política de Privacidade | Mapa do Site | Catálogo Virtual

Agência FG - Uma Agência Full Service que Faz Acontecer!