Unidade da CSN é notificada por órgão ambiental

A Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) foi notificada pela Secretaria Estadual do Ambiente sobre a unidade de Presidente Vargas, em Volta Redonda, no Rio de Janeiro.

A CSN terá até dez dias para paralisar as atividades desta usina, conforme prevê documentação do Instituto Estadual do Ambiente (Inea) e da Comissão Estadual de Controle Ambiental (Ceca).

 

Informações apuradas pela GloboNews dão conta que a CSN não cumpriu todas as exigências previstas no Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), assinado em abril deste ano.

 

No documento era previsto diversas medidas com o objetivo de diminuir ou zerar a emissão de poluentes gerados pela usina.

 

A CSN se defendeu em nota divulgada à imprensa. “Com profunda surpresa e estranheza, uma vez que a companhia está em franco processo de negociação com o Governo do Estado do Rio de Janeiro sobre o Termo de Ajustamento de Conduta, atualmente vigor”, dizia parte da nota.

 

A siderúrgica disse que dará as respostas à notificação, com a finalidade de garantir a manutenção das atividades da usina local, além de realizar uma auditoria.

 

“Uma auditoria independente, aceita pelas autoridades ambientais, atestou que dos 15 itens compromissados no TAC, 12 foram cumpridos integralmente; dois foram considerados procedimentos de rotina, que precisam ser feitos de forma permanente; e apenas um permaneceu em análise, diante da discussão técnica levada ao Judiciário, com decisão liminar favorável à companhia”, informou a CSN.

 

Faça seu comentário

Copyright @ 2018 Sirius Metais - Política de Privacidade | Mapa do Site | Catálogo Virtual

Agência FG - Uma Agência Full Service que Faz Acontecer!