Siderúrgica do Pecém faz evento para comemorar seu recente sucesso

O dia 4 de abril de 2017 vai ficar marcado para os principais parceiros e trabalhadores da Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP), no Ceará, como uma data importante por marcar a comemoração do recente sucesso da siderúrgica nos mercados nacional e internacional.

 

A CSP teve ajuda do Governo do Estado do Ceará para funcionar, apesar de ser financiada pela iniciativa privada, pela brasileira Vale, cuja participação é de50%, e pelas sul-coreanas Dongkuk (30%) e Posco (20%), ambas empresas de renome mundial no quesito mineração e aço.

 

Foram investidos cerca de US$ 5,4 bilhões para fazer da CSP a primeira usina integrada no Nordeste. A siderúrgica alavancou as exportações do Estado do Ceará, colocando-o atrás apenas do Espírito Santo no quesito minério de ferro e aço. Além disso, a CSP é a trigésima siderúrgica instalada no Brasil.

Siderúrgica do Pecém 1

Durante o evento desta terça-feira foi aberto uma cápsula do tempo com depoimentos de funcionários e demais colaboradores da CSP antes mesmo dela funcionar, há 10 anos. Os depoimentos continham a opinião dessas pessoas de como seria a siderúrgica todos esses anos depois.

 

Uma nova cápsula foi enterrada com as opiniões e projeções que os atuais empregados e parceiros possuem da CSP para daqui mais 10 anos. Ela será aberta somente em abril de 2027, no local onde fica um cajueiro histórico, preservado à época da construção.

 

O Presidente da CSP, Eduardo Parente, em discurso durante o evento agradeceu os principais parceiros e relembrou que só foi possível tornar realidade o sonho de fazer a CSP grande com muito empenho. “A realização da Companhia Siderúrgica do Pecém só é possível com o esforço de muita gente”, disse.

Faça seu comentário

Copyright @ 2018 Sirius Metais - Política de Privacidade | Mapa do Site | Catálogo Virtual

Agência FG - Uma Agência Full Service que Faz Acontecer!