Nova siderúrgica na Argélia poderá impactar na exportação brasileira de ferro para o mercado árabe

No mês de abril de 2017 a Argélia, no continente africano, vai inaugurar uma siderúrgica no país, na província de Jijel, com capacidade para produzir cerca de 2 milhões de toneladas de aço por ano.

 

A siderúrgica produzirá aços planos e especiais com o objetivo de utilizá-lo nos mercados ferroviários e automotivos principalmente.

Argelia

A notícia foi confirmada pelo Primeiro-Ministro argelino, Abdelmalek Sellal na semana passada. O governo acredita que um novo complexo siderúrgico na Argélia deixará firmada a estratégia do país de acabar com as importação do aço.

 

O projeto ainda prevê que numa segunda fase a siderúrgica passe a produzir o dobro do planejado inicialmente, ou seja, 4 milhões de toneladas de aço anuais.

 

O Brasil pode ver ameaçada sua demanda de exportação de minério de ferro (matéria-prima para fabricar aço) para países da região. Apesar de não exportar para a Argélia, o Brasil tem um mercado forte em países como o Omã, Egito, Bahrein, Líbia, Emirados Árabes Unidos, Arábia Saudade e Catar.

 

A Vale pode ser prejudicada com a nova siderúrgica. A empresa possui uma usina de pelotização de minério e um terminal marítimo em Omã, o que permite a empresa distribuir seu produto pelos países árabes e regiões próximas.

 

Faça seu comentário

Copyright @ 2018 Sirius Metais - Política de Privacidade | Mapa do Site | Catálogo Virtual

Agência FG - Uma Agência Full Service que Faz Acontecer!