Grupo Aço Cearense pede recuperação judicial

Em carta aberta assinada pelo Presidente do Grupo Aço Cearense, Vilmar Ferreira, foi confirmada a informação de que a empresa protocolou processo de recuperação judicial no fim da semana passada.

 

No decorrer da carta Ferreira explica que a Aço Cearense mostra sinais de melhoria significativa nos quesitos faturamento e lucro, mesmo com a situação adversa que se encontra a economia no país e a crise no setor.

 

Embora diga isso, a empresa também admite que essa melhora não é o suficiente para conseguir manter a empresa e que as dificuldades são claras.

 

O Aço Cearense possui 37 anos de atuação no mercado, com 3.800 colaboradores e cerca de 22 mil clientes no Brasil. O Grupo conta com cinco unidades que produzem juntas 1 milhão de toneladas de aço por ano.

Aço-Cearense

Veja na íntegra a carta aberta divulgada pelo Grupo Aço Cearense:

 

“Com a transparência e responsabilidade que em 37 anos guiaram o Grupo Aço Cearense em sua trajetória empresarial, vem a público para esclarecer e tranquilizar a sociedade, fornecedores, clientes e seus 3.800 colaboradores, a respeito do processo de recuperação judicial, protocolado no fim do dia 04 de maio de 2017.

 

Cenário

Como é de conhecimento de todos, o Brasil atravessa uma grande crise econômica que afeta toda a cadeia produtiva nacional. O setor da siderurgia é um dos mais impactados.

Apesar deste quadro, o Grupo Aço Cearense vem apresentando no último ano uma melhoria significativa nos seus números de faturamento e lucratividade.

No entanto, mesmo com resultados positivos, nos últimos meses a empresa tem encontrado dificuldades para ajustar sua estrutura de capital dentro desse cenário econômico adverso.

 

Uma saída responsável e diferente

Seguindo o padrão que sempre norteou as decisões do Grupo Aço Cearense, foi indispensável buscar uma recuperação judicial diferenciada, preventiva e responsável, tendo como premissa a manutenção da saúde financeira e operacional das empresas do Grupo, como segue:- Preservar e garantir os empregos dos seus 3.800 colaboradores;

– Permitir a continuidade das operações e a sustentabilidade dos seus negócios;

– Propor um plano de pagamento das dívidas que permita honrar todas as categorias inseridas nessa situação;

– Manter a boa relação com os fornecedores com os quais lida diariamente;

– Viabilizar a retomada do crescimento e de suas ações sociais. Ações e Esperança para um Futuro Melhor.

 

Ao optar por tomar tal decisão, o Grupo Aço Cearense  reforça sua premissa básica de não abrir mão da transparência e da lealdade com as quais sempre baseou suas ações, mantendo a filosofia de uma empresa séria e consciente de seu papel para com a sociedade.

O Grupo Aço Cearense reitera sua disposição para seguir com a vontade e trabalho de sempre, com a crença no seu papel de desenvolvimento e transformação do Brasil, vislumbrando um futuro promissor e benéfico a todos os envolvidos”.

Faça seu comentário

Copyright @ 2018 Sirius Metais - Política de Privacidade | Mapa do Site | Catálogo Virtual

Agência FG - Uma Agência Full Service que Faz Acontecer!