Estádio feito em aço para Copa de 2002 ainda é referência no mundo

Durante a Copa do Mundo de futebol em 2002 na Coreia do Sul e Japão muito se falou da tecnologia utilizada para preparar os dois países para um dos maiores eventos do planeta.

 

Além das estruturas que os dois países asiáticos já possuíam, foi necessário construir estádios de futebol com capacidade para receber com conforto os jogos da competição.

 

O estádio Internacional de Yokohama, apesar de sediar a final daquela Copa, não foi o local que mais chamou a atenção.

 

O destaque daquele ano ficou com um estádio localizado na ilha de Hokkaido, na cidade de Sapporo. O estádio é o Sapporo Dome, construído com uma das melhores tecnologias jamais vista em empreendimentos e arenas esportivas.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Toda a cobertura do estádio é feita em aço em formato redondo. Os engenheiros da obra explicaram na época que o intuito foi tornar a cobertura resistente às frequentes ondas de neve que assolam a região, uma das mais frias do Japão.

 

Eles utilizaram aço pelo fato desse metal ser flexível e liso, o que possibilita que a neve acumulada no teto escorregue naturalmente ao solo.

 

O Sapporo Dome, além disso, é um dos poucos estádios no mundo que o teto de aço abre e fecha. No Brasil, apenas a Arena da Baixada, do Atlético-PR, possui a mesma tecnologia.
SapporoDome 2

Faça seu comentário

Copyright @ 2018 Sirius Metais - Política de Privacidade | Mapa do Site | Catálogo Virtual

Agência FG - Uma Agência Full Service que Faz Acontecer!