Chineses instalarão siderúrgica no Ceará

O Governo do Ceará e o Banco de Desenvolvimento da China assinaram na semana passada um documento que concretiza a parceria para a instalação da refinaria no Ceará, no Complexo Industrial e Portuário do Pecém (Cipp).

O Banco de Desenvolvimento chinês se comprometeu a financiar o projeto com US$ 4 bilhões na primeira fase de construção da Companhia Siderúrgica no Pecém (CSP), além de US$ 3,5 bilhões para implementação de todo o parque petroquímico na região.

 

O CEO do CDB afirmou que a pactuação com o Ceará é reflexo da compreensão da grande importância do mercado brasileiro.

 

Antes do fechamento do acordo, Camilo Santana, governador do Ceará, participou de uma reunião com o vice-presidente do Banco de Desenvolvimento da China, Cai Dong, e representantes da direção do banco.

 

Camilo explicou aos chineses a importância da refinaria para o desenvolvimento econômico da região, que geraria  empregos e fomentação de novos negócios. “Vamos construir junto com o banco a melhor equação para que esses dois projetos (refinaria e Saúde) sejam realizados”, afirmou o governador.

 

Em setembro deste ano a comitiva do governo cearense foi até a China para consolidar o financiamento do projeto da refinaria.

 

O empreendimento, que funcionará dentro da Zona de Processamento de Exportação, no Pecém, tem expectativa de gerar pelo menos 10 mil empregos na fase de construção e 8 mil postos permanentes entre diretos e indiretos.

Faça seu comentário

Copyright @ 2018 Sirius Metais - Política de Privacidade | Mapa do Site | Catálogo Virtual

Agência FG - Uma Agência Full Service que Faz Acontecer!