As arenas esportivas também usam aço

Para ler na íntegra a coluna da pesquisadora científica em arquitetura e urbanismo, Lilian Moreira, publicada na última edição da revista Sirius NOW! CLIQUE AQUI!

 

Recentemente estive na arena multiuso Allianz Parque, em São Paulo, assistindo uma partida de futebol. Além do evento em si, pude apreciar que o uso do aço, que agora é cada vez mais presente na construção civil brasileira, também chegou com muita força nos principais polos esportivos do país.

 

Já havia lido e visto em imagens que a maioria dos estádios e arenas da Copa do Mundo haviam feito uso do aço para reformar ou criar do zero esses projetos. É incrível como o uso desse material tem sido feito de forma acertada e que proporciona qualidade diversificada para a obra, além das questões sustentáveis pelo uso desse tipo de material.

Allianz Parque

São muitos os casos das arenas esportivas que fizeram do uso do aço para trazer modernidade a seus projetos. A Arena Corinthians, por exemplo, utilizou dez treliças de 120 toneladas de aço cada para apoiar a cobertura do setor central, que é também feita em aço.

 

Além disso, há aço em outros estádios e arenas, como o Beira-Rio, no Rio Grande do Sul. Lá foram utilizados 65 pórticos de aço com o formato de folha para montar o desenho que compõe todo o envelopamento e cobertura do estádio.

 

São 40 toneladas de aço usados para criar a estrutura que segura essa cobertura. Outro exemplo interessante é o que foi feito na Arena Pantanal, em Cuiabá.

 

O estádio local tem capacidade para 30 mil pessoas, entretanto, como a estrutura é montada em aço foi possível criar arquibancadas móveis, também em aço, para aumentar a capacidade da arena para 44 mil lugares. Após os jogos esta estrutura foi desmontada, algo que seria inviável se fosse construída com outro material.

Faça seu comentário

Copyright @ 2018 Sirius Metais - Política de Privacidade | Mapa do Site | Catálogo Virtual

Agência FG - Uma Agência Full Service que Faz Acontecer!